HOME
NOSSA HISTÓRIA
ÁREAS DE ATUAÇÃO
FONOAUDIOLOGIA
PSICOLOGIA
PSICOPEDAGOGIA
ORGANIZACIONAL
FONO EMPRESARIAL
COACHING
PROFISSIONAIS
HIPNOSE
PROCES. AUDITIVO
DISLEXIA
TEXTOS - FONO
TEXTOS - PSICO
TEXTOS - PSICOPEDAG
CONVÊNIOS - FONO
CONVÊNIOS- PSICO
LOCALIZAÇÃO
Página Restrita
Fale conosco



Edite aqui o seu texto

 

PSICOPEDAGOGIA VERSUS  DIFICULDADES DE  APRENDIZAGEM E ESCOLAR DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

 

Geralmente uma criança ou adolescente com um mau ajustamento escolar começa a relutar para ir à escola; embora a relutância seja um bom indicador, há crianças  que parecem gostar do colégio, apesar de não estarem se ajustando. Notas baixas, distúrbios no comportamento, tais como, aumento de irritabilidade, maior ansiedade, medo e ligeiros distúrbios nos hábitos, como roer unhas, molhar a cama,de vez em quando, e gaguejar, podem representar pressões no ajuste à escola.

Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
Clique aqui para ampliar essa imagem     

 

 

 Uma criança que é empurrada de série em série, mas cujos problemas de ajustamento não foram diagnosticados nem tratados, muitas vezes ficam emaranhados em problemas que parecem multiplicar-se. É compreensível que nesse momento pais e filhos vivam momentos de conflito, tristeza e de tensão devido a situações de fracasso e desadaptação escolar. Assim, se os pais sentirem que seu filho está apresentando tais dificuldades, faz-se necessário que procurem auxílio de um psicopedagogo, que possa ajudar a diagnosticar o problema e recomendar um tratamento clínico.

 

Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
Clique aqui para ampliar essa imagem     

Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
        Clique aqui para ampliar essa imagem

 

ETAPAS  DO PROCESSO DA AVALIAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA

 

a) 1a entrevista com os com os pais ou responsáveis para relatar o que está acontecendo com seu filho, e para juntos decidirmos se realmente é o caso de se fazer uma avaliação psicopedagógica ou não.

 

Assim que os pais terminam seu relato, esclarecemos que o que está acontecendo com seu filho, na visão da psicopedagogia, é considerado um sintoma. Comparamos esse momento, com a situação em que levamos nosso filho ao médico dizendo que está com “febre”. A febre é um sintoma, e só quando consegue diagnosticar a origem da febre é que o médico pode prescrever o tratamento adequado.


Comparamos a avaliação psicopedagógica, com um check-up geral no desenvolvimento da aprendizagem da criança, através da utilização de recursos técnicos, onde são avaliadas as seguintes áreas:

 

·       sensibilidade visual (snellen),

·       área emocional

·       área cognitiva

·       área psicomotora

·       área pedagógica = discriminação auditiva, leitura, escrita, matemática

 

b)  anamnese - 2a  entrevista com os pais

 

c)   contato com a orientadora da escola e professora

 

d)  devolução do resultado da avaliação para os pais,  criança ou adolescente  e escola.

 

e)   encaminhamento

 

Número de sessões: 8 a 10 sessões, incluindo a sessão na escola e as sessões com os pais.

 

Tempo da  sessão -  50 minutos

 

Freqüência: costumamos sugerir 2 vezes por semana, de modo que em pouco de 1 mês possamos ter os resultados, para tomarmos as providências necessárias.


Rua Prof. Benedito Nicolau dos Santos 521- Conjuntos 323/324/325 - Centro Cívico - Curitiba - (41) 30760944

Site pronto: NetFacilita